Infraestrutura de TI

Criptografia: como este recurso protege dados e empresas

Criptografia: como este recurso protege dados e empresas


A internet trouxe uma série de inovações em nosso dia-a-dia e isso não é novidade para ninguém. Aliás, trata-se de um processo contínuo, já que os meios de comunicação online estão em constante evolução, trazendo novas funções e aplicações para empresas e pessoas no ambiente digital. No entanto, juntamente com tantas inovações, vem também maior insegurança, e um modo de se proteger é através da criptografia.

 

Uma das maiores praticidades trazidas pela internet é o armazenamento online, nele empresas guardam grande quantidade de informações estratégicas, de suma importância e muitas vezes sigilosos. Por isso, tão importante quanto contar com este recurso é proteger dados e patrimônio de ataques cibernéticos, a criptografia é uma das principais maneiras de resguardar tudo isso.

 

Mas afinal, o que é criptografia?

 

A criptografia consiste num grupo de técnicas que buscam ocultar informações de usuários não autorizados ou possíveis invasores mal-intencionados que possam transitar na rede. Dessa forma, a criptografia consegue proteger o conteúdo de e-mails, bancos de dados e até mesmo acesso às conexões em si.

 

Embora seja um recurso comum até em residências, muitas pessoas não sabem como funciona a criptografia. Ela impede invasões e evita ações nocivas ao transformar informações legíveis em caracteres aleatórios, tornando praticamente impossível a obtenção de alguma informação divulgada, que fica acessível somente para os detentores da chave de decriptação.

 

Tipos de criptografia

Existem dois grupos de criptografia. O 1º utiliza chaves simétricas, ou seja, a mesma chave é utilizada criptografia e decriptação. Este tipo é pouco recomendado para resguardar informações de maior importância, porém apresenta desempenho mais rápido.

 

O 2º utiliza chaves assimétricas. Portanto, neste caso, há uma chave para codificação (pública) e outra para decodificação (privada). Este método é mais indicado para quem circula dados de grande importância na rede.
Há ainda, a certificação digital, que funciona como um adendo à criptografia. O certificado digital possui informações do usuário e máquina, que são usados para identificação, a fim de aumentar a segurança de usuários e informações da rede de uma empresa.

 

O tipo adequado para cada empresa varia de acordo com a sua demanda. Sem dúvida, instituições de todo porte hoje necessitam de ambiente seguro em suas redes.

 

Você pode verificar qual é melhor para sua empresa e assegurar todas as suas informações, é só entrar em contato com a equipe da IN8 – especialista em segurança e estruturas de redes